BEA 2015: Scott Westerfeld: Investigando o Poder da Multidão

30 maio

Um grupo de adolescentes com habilidades incomuns são catapultados do status de zero ao status de heróis numa trilogia YA que inicia com Zeroes (Simon Pulse, Setembro), escrita pelo trio: Scott Westerfeld, Margo Lanagan, e Deborah Biancotti.

Zeroes é um novo sentido para a noção baseada no social, explica Westerfeld, autor da série Feios e da trilogia Leviatã, que inicialmente discutiu a premissa com Biancotti. “Deb e eu estávamos falando sobre uns amigos nossos que são escritores de TV e trabalha como um grupo numa sala juntos, gritando uns com os outros o dia todo,” Westerfeld relembra. “Como escritores de prosa e romancistas, nós geralmente trabalhamos sozinhos, e começamos a conversar sobre como deve ser diferente ativar essa parte social do seu cérebro enquanto está envolvido em um processo artístico. Então nós escolhemos Margo e a envolvemos, começamos nos encontrando em um pub uma vez por semana ou algo assim, bebendo cerveja e falando sobre este livro que queríamos escrever juntos.”

Este grupo literário de três decidiu escrever um romance sobre adolescentes que os superpoderes são baseados no convívio social de alguma forma. “Nós criamos um elenco de personagens os quais os poderes ficam mais forte numa multidão,” diz Westerfeld. “Um é cego quando está sozinho, mas consegue ver pelos olhos das outras pessoas, então ela se torna onisciente numa multidão. Outro é visível na presença de outra pessoa, mas começa a desaparecer se mais pessoas chegam no local, e se torna invisível numa multidão.” Cada um dos autores foram responsáveis por dar vida a dois dos seis personagens principais de Zeroes, por quem eles criaram características específicas. “Nós na verdade nunca sentamos juntos para escrever, mas mandávamos muitos emails uns para os outros,” Westerfeld diz. “E após a caracterização dos personagens estarem prontas e começarmos a escrever a história, percebemos que nós realmente precisávamos de um roteiro, e fomos passar algum tempo no interior da Austrália para criar um.”

10995827_2084378755004784_6358370971297916775_nA premissa da trilogia é bem amarrada à sua criação colaborativa, diz Westerfeld. “Quando você pensa nisso, colaboração é o superpoder da humanidade,” ele brinca. “Nós não podemos voar de verdade, mas quando nós temos centenas de pessoas construindo um aeroporto e desenhando aviões e aprendendo sobre pilotagem, nós podemos voar. Com Zeroes, Barb e Margo e eu estamos colaborando em um livro que é essencialmente sobre o poder da colaboração.”

Westerfeld, que autografará ARCs de Zeroes na Book Expo America 2015 (BEA) Mesa 1 esta manhã, 10:30–11:30 a.m., é satisfeito em dar as boas vindas a seus “amigos escritores” à sua cidade natal, Manhattan. “Geralmente, estamos fragmentados por todo o globo, e é ótimo ver todos em um lugar.”

Este artigo apareceu em 29 de Maio, 2015, edição diária da Publishers Weakly BEA Show.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: